Yamaha lança nova Fazer 250 com estilo de MT e ABS

12/11/2017 19:00

A notícia publicada em primeira mão por Duas Rodas, em janeiro deste ano, acaba de ser confirmada: a Yamaha exibirá a nova Fazer 250 2018 neste Salão Duas Rodas, que abrirá ao público nesta terça-feira (14) e seguirá até domingo (19) no São Paulo Expo. É a mesma FZ25 já vendida na Índia.

Esta remodelação de design foi completa, agora mais identificado com a linha MT tem farol triangular iluminado por LEDs, tanque mais estreito e elevado com novas abas e uma rabeta encurtada que abriga bancos separados em dois níveis. O assento da frente está mais estreito na junção com o tanque para facilitar o acesso dos pés ao chão, já o traseiro ganhou ressalto para evitar escorregões nas frenagens. Duas alças para garupa, mais estilizadas, passam a ocupar o lugar da alça única da Fazer 2017. A lanterna traseira também iluminada por LEDs tem lente cristal como na Ténéré 250. No painel digital agora são informados consumos médio e instantâneo. O único ponto que parece controverso é o tanque reduzido de 18,5 litros para 14 litros.

As rodas mudaram na aparência com o desenho de 10 raios, como nas MT-07 e MT-09, e são mais largas: um pneu traseiro de 140 mm de largura substitui o anterior de 130 mm. Outra adição importante está nos freios ABS de série. O conjunto de rodagem atua com novas suspensões, um garfo com diâmetro elevado de 37 mm para 41 mm e curso ampliado de 120 mm para 130 mm. Na traseira o amortecedor com sete posições para ajuste de pré-carga da mola mantém os 120 mm de curso com a novidade da mola progressiva (menos resistência no início da compressão e mais no final).

A base sobre a qual tudo isso foi montado também é nova, sai o chassi em berço duplo de aço e entra o diamond, com o motor fazendo parte da estrutura, segundo a Yamaha mais rígido e que ajudou na diminuição de 4 kg junto com a ponteira de escapamento menor. Para melhorar a agilidade na tocada os engenheiros optaram por um guidão mais largo e reduziram o ângulo de cáster de 25,3° para 24,5°.

O motor

Consagrado pelo baixo consumo e pela durabilidade, com pistão de alumínio forjado (mais leve e resistente) e cilindro revestido por cerâmica (menos atrito), o motor de 249,5cc permanece com pequenos ajustes. Caixa de ar maior, bico injetor de 10 orifícios e novo ajuste na central eletrônica melhoram a alimentação, alterações que rendem 0,6 cv extra (até 21,5 cv a 8.000 rpm e 2,1 kgf.m a 6.500 rpm). Acelerando a nova Fazer notamos que a moto responde mais rápido ao acelerador, no que também influi a relação de transmissão reduzida na coroa.

O preço da Fazer 250 ABS 2018 é R$ 1 mil maior, de R$ 14.990, com quatro anos de garantia. A principal concorrente segue sendo a Honda CB Twister, por R$ 15.640 na versão ABS. As cores disponíveis são azul e branco metálicos, vermelho fosco (igual ao do NMax) e preto sólido.

APLICATIVO



INSTAGRAM