Quatro Rodas

Longa Duração: Honda CB 500X mês 6

No sexto mês da avaliação, nosso editor de testes Ismael Baubeta toca no assunto garupa da crossover

17/03/2015 11:56

Texto: Ismael Baubeta   foto: Mario Villaescusa

A decisão de compra da motocicleta na maioria das vezes é emocional e deixa de lado considerações importantes sobre o modelo como porte, agilidade ou até se o banco é confortável para o garupa. Se você não é do tipo egoísta e compra a motocicleta também pensando na sua mulher, certamente não vai querer fazê-la abominar a moto. Esportivas, algumas nakeds e a maioria das custom não são, digamos, muito amigáveis com o passageiro: bancos com pouca espuma, estreitos e pedaleiras excessivamente próximas do assento dificultam a vida do passageiro. Às vezes a inclinação do banco também pode ser determinante para que um passeio tranquilo se torne totalmente estressante e o acompanhante vá literalmente se equilibrando para não ficar sentado no chão nas saídas de semáforo ou comprimindo o silicone nas frenagens.

Quando escolhemos a CB 500X para nosso Teste de Longa Duração, além de ser um lançamento, deveria oferecer boa garupa, afinal faria alguns passeios e pequenas viagens com a “patroa” para rodar maior quilometragem. Minha esposa não é baixa, mede 1,75m de altura e tem pernas compridas, o que é um empecilho para algumas motos de pedaleiras altas como as esportivas.

A CB não tem este problema, o banco é confortável e a espuma de boa densidade, o tecido é antiderrapante, mas a leve inclinação da rabeta para frente faz com que o garupa escorregue sobre o condutor nas frenagens um pouco mais fortes em uso urbano. O jeito é prender as pernas no condutor e segurar na alça, mas o esforço constante pode ser cansativo e esta foi uma das reclamações de minha mulher. Na estrada, com a velocidade constante, o passeio fica mais agradável e ela curtiu seu espaço.

Nossa CB 500X também levou outras pessoas de biótipos diferentes na garupa, como o fotógrafo Mario Villaescusa, de 1,60m, e isto o ajudou a se sentir mais à vontade no banco, porque as pernas menores ficam menos flexionadas – melhorando o apoio e exigindo menos força para se manter no lugar.

Por isso, se você pretende comprar uma moto e usar a garupa com alguma frequência, antes de adquiri-la faça um teste com quem vai te acompanhar. Estou cansado de ouvir motociclistas dizendo que a mulher não o acompanha, e quando vejo a moto...

Longa Duração: Honda CB 500X mês 5

BMW entrega frota de scooter elétrico à Polícia de Barcelona

Viagem: as ilhas flutuantes dos Uros, no Peru

Nas bancas: nova Yamaha MT-07 enfrenta Kawasaki ER-6

Vídeo: testamos na pista a nova Yamaha MT-07

APLICATIVO



INSTAGRAM