Quatro Rodas

Barreda vence a quarta etapa, mas é punido e Gonçalves leva

Ruben Faria consegue terminar a quarta etapa em segundo, impedindo domínio completo da Honda. Mesmo assim, marca japonesa domina classificação geral

06/01/2016 16:17

A quarta etapa do Rally Dakar – lembrando que a primeira foi cancelada – foi realizada hoje dentro da Argentina, com os pilotos partindo e retornando a San Salvador de Jujuy. O grande diferencial desse trecho foi a realização da primeira “maratona”, quando os pilotos não podem ter assistência mecânica e nem realizar reparos no equipamento com as próprias mãos. Foram 429 quilômetros de trechos especiais para as motos, totalizando 629 km no dia, a uma altitude de 3.500 metros.

Considerado o primeiro grande obstáculo do Dakar 2016, a quarta etapa da competição ainda recebeu muita chuva, alagando o acampamento dos pilotos. Mesmo com todas estas dificuldades, a Honda se manteve na frente com o português Paulo Gonçalves, que agora também lidera a classificação geral nas motos. Seu conterrâneo Ruben Faria, colocou sua Husqvarna na frente da Honda do estreante Kevin Benavides, que foi o terceiro mais rápido do dia.

No entanto, com o fim desta quarta etapa, a Honda domina o “pódio” da classificação geral: Gonçalves, Benavides e Joan Barreda lideram a edição 2016 do Dakar até aqui. Em quarto aparece a KTM de Stefan Svitko, seguido por Faria, o quinto colocado na geral. Jean Azevedo, único brasileiro competindo entre as motos, finalizou a etapa de Jujuy na trigésima quinta posição, mas ocupa a nonagésima sexta colocação na classificação geral devido a uma queda ocorrida no primeiro trecho disputado.

Veja o que aconteceu nas etapas anteriores do Dakar 2016 aqui.

APLICATIVO



INSTAGRAM