Quatro Rodas

Brasileiro no Mundial de Motocross: "A partir de agora moro na Itália, até a última prova"

07/04/2011 12:57


zanoni-bul.jpg


 


Ha duas semanas de completar 23 anos, o piloto brasileiro Swian Zanoni começa a viver a maior oportunidade de sua carreira. No fim do ano passado ele foi escalado pela equipe Honda para participar das 16 etapas do Mundial de Motocross 2011, algo inédito para um brasileiro. E Zanoni já esta na Europa para a prova deste domingo, a etapa de abertura na Bulgária. O piloto brasileiro já tem visto de trabalho e apartamento alugado em Roma, na Itália, mas apenas assistira a primeira etapa por causa de uma queda nos treinos, que ha três meses resultou em uma perna quebrada - e fez a Honda inscrever para a etapa da Bulgária seu reserva Wellington Garcia. "Agora já sabemos que estou recuperado, mas no inicio do ano a equipe precisava confirmar o piloto e ainda não sabíamos como seria minha recuperação", conta.


 


Ele viajou do Brasil com nossa equipe neste inicio de semana, agora faz escala em Roma e seguira para a cidade búlgara de Sevlievo na sexta-feira, já para se ambientar com a nova infraestrutura internacional. "Já me perguntaram se o Wellington poderia assumir minha vaga em caso de um bom resultado, mas não e o caso. Não estamos sendo cobrados quanto a resultados agora. Neste primeiro ano o objetivo e ganhar experiência e aprimorar a técnica", explica. A meta de Zanoni, por enquanto, e terminar o ano entre os dez primeiros. DUAS RODAS acompanhará a prova deste fim de semana e as outras 15 etapas para contar tudo sobre esta odisséia brasileira em terras internacionais, que terá etapa também em Indaiatuba (SP) no próximo dia 22 de maio.   

APLICATIVO



INSTAGRAM