Quatro Rodas

KTM quer reforçar competitividade na MotoGP, sem Zarco

Fabricante austríaca renovou o contrato com a MotoGP até 2026, mas o piloto francês não estará na próxima temporada

12/08/2019 12:20

No GP da Áustria do último domingo (11), o CEO da KTM Stefan Pierer antecipou mudanças na estratégia da marca. Renovou a permanência da KTM na MotoGP até 2026, com apoio da Red Bull, e que seguirá buscando a vitória. “Agora temos sete anos para chegar ao topo da MotoGP”, disse. “Foi o mesmo período que precisamos para conquistar o rali Dakar.” Entre os reforços da KTM está a tentativa de trazer o engenheiro italiano e gestor da equipe Ducati Luigi Dall’Igna. 

Pierer explicou que, para concentrarem recursos na MotoGP e na Moto3, deixarão de construir chassis para a Moto2. Na MotoGP o contrato de dois anos com o piloto francês Johann Zarco será rescindido ao fim deste ano. Vindo da Tech 3 Yamaha, Zarco não se adaptou à KTM RC16 e será dispensado de cumprir a temporada 2020. Já na Moto3 a principal novidade será o retorno da marca Husqvarna ao grid a partir de 2020.

 

©Copyright Duas Rodas. Para adquirir direitos de reprodução de conteúdo, textos e/ou imagens: marcelo@revistaduasrodas.com.br 

 

APLICATIVO



INSTAGRAM