Quatro Rodas

Suzuki deixa de fabricar baixa cilindrada no Brasil

Marca agora se concentra em modelos a partir de 650cc e reserva produtos mais acessíveis à parceira Haojue

22/03/2019 12:03

Desde o primeiro semestre de 2017 os modelos de baixa cilindrada Haojue são vendidos nas concessionárias Suzuki no Brasil. A fabricante chinesa parceira da Suzuki, fornecedora global dos modelos de baixa cilindrada da marca, agora deixa de ter a concorrência japonesa no país. As últimas unidades de Burgman 125, GS 120 e GSR 150 montadas em Manaus (AM) foram repassadas às lojas em dezembro de 2018. Outros modelos como Intruder 125 e Inazuma 250 já estavam fora de linha.  

A partir de 2019 a linha Suzuki no Brasil passa a ser formada apenas por modelos a partir de 650cc, o mais acessível a SV 650 de R$ 28.989. Já a linha Haojue parte dos R$ 6.580 cobrados pela motoneta Nex 110 e possui outros três modelos por preços ao redor de R$ 7.500: o scooter Lindy 125, a custom Chopper e a utilitária DK 150. 

Na China a marca produz modelos de até 300cc, como a DR 300, que se assemelha a uma variação em menor escala da naked Suzuki GSX-S 750. Também saem das linhas de montagem da Haojue, na China, modelos de 250cc vendidos com a marca Suzuki como DL 250 V-Strom e GSX 250R, respectivamente versões reduzidas da V-Strom 650 e da esportiva GSX-R 1000. 

 

©Copyright Duas Rodas. Para adquirir direitos de reprodução de conteúdo, textos e/ou imagens: marcelo@revistaduasrodas.com.br 
    

APLICATIVO



INSTAGRAM